A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, abril 22, 2015

Paulo Eneas: O PT é mesmo um partido para tempos de guerra






Começou a circular na internet o tal Caderno de Teses do PT, para seu congresso que será realizado em junho. Muitas pessoas têm expressado preocupações com o conteúdo autoritário e antidemocrático e até mesmo fascista de muitas das teses defendidas no tal caderno. São preocupações que fazem sentido, à medida que os brasileiros começam a conhecer mais e melhor o que o é e o que representa e o PT e seu conjunto de valores e ideais, que são essencialmente antidemocráticos. 



O título da primeira tese do caderno é bastante sugestivo e fala em “Um partido para tempos de guerra”. É um título sugestivo e revelador pois expressa uma verdade: o PT sempre esteve em guerra: 




  • O PT sempre esteve em guerra contra a democracia, pois seu projeto político não comporta a aceitação da diferença e do contraditório. 
  • O PT sempre esteve em guerra contra a verdade, pois ele tem na mentira e na repetição sistemática da mesma o seu instrumento preferencial de luta política. 
  • O PT sempre esteve em guerra contra a maioria dos brasileiros, pois a ideologia que o partido abraça e defende só pode ser implantada como regime político por meio da força e da coação contra o desejo e a vontade da maioria. 
  • O PT sempre esteve em guerra contra as instituições republicanas do estado, as quais ele as despreza e as enxerga como sendo apenas instrumentos que podem ser usados e aparelhados e colocados a serviço de seu projeto de poder permanente. 
  • O PT sempre esteve em guerra contra a liberdade de expressão e de imprensa, pois estes são dois pilares da democracia. E como o projeto de poder permanente do PT é essencialmente antidemocrático, o partido jamais irá aceitar o princípio da liberdade de expressão e de imprensa como valores universais. 


Portanto, a divulgação do Caderno de Teses do PT serve tão somente para reforçar aquilo que todos já sabemos: o PT é um partido essencialmente antidemocrático e autoritário, que pretende implantar no país um regime de natureza socialista esquerdista, inserido no projeto bolivarianista mais amplo para todo a América Latina. O PT, através do governo brasileiro e devidamente articulado com o Foro de São Paulo, já trabalha há anos viabilizando a implantação desses regimes no continente, por meio do apoio financeiro, econômico, diplomático e politico a ditaduras como a de Nicolas Maduro na Venezuela e a velha ditadura cubana na ilha-prisão de propriedade dos assassinos da família Castro. 


No Brasil esse projeto antidemocrático irá fracassar e já está fracassando, pois os petistas cometeram vários erros, sendo que o principal deles foi o de subestimar a índole democrática e anti-esquerdista da maioria dos brasileiros. 


De resto, o Congresso do PT não terá importância alguma. Já faz anos que esses encontros e congressos servem apenas como um convescote para insuflar e radicalizar o que restou da militância partidária. Isso porque o PT já se transformou ele próprio numa estrutura vertical autoritária e antidemocrática, em que as coisas funcionam por meio de uma disciplina quase militar, onde a base partidária, formada por ativistas pagos ou pelos poucos militantes ingênuos que ainda atuam de modo voluntário movidos por supostos nobres ideais, não participa de tomada de decisão alguma. As decisões que realmente importam são tomadas unicamente por Lula e pelo seu restrito círculo de pessoas próximas. O restante, apenas cumpre o que o chefe decide. 


Mas é importante continuar divulgando tal caderno, pois embora ele seja destinado a um evento partidário que não terá consequência prática alguma, uma vez que as decisões de tal congresso só terão alguma eficácia se tiverem a chancela do chefe supremo, ele serve para mostrar aos brasileiros o profundo desprezo que o PT tem e sempre teve pela democracia, pelas instituições republicanas, pela liberdade e pela cidadania em seu sentido pleno. A divulgação ampla de tal caderno nos ajuda a continuar desnudando o PT e a revelar a sua verdadeira face, uma face que a maioria dos brasileiros rejeita.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog