A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, dezembro 12, 2014

UCHO HADDAD: PT prepara marcha para 1º de janeiro, como se Dilma fosse unanimidade e competente




Óleo de peroba – Responsável pelo período mais corrupto da história nacional, o Partido dos Trabalhadores consegue abusar da desfaçatez ao fingir que nada acontece no Brasil e que nessa terra de ninguém os “companheiros” são a derradeira salvação do planeta. À frente de um governo incompetente, paralisado e corrupto, o PT está convocando a militância para um evento batizado de “Marcha da Esperança”.

Arrogantes e aparentemente dissimulados, até porque esse comportamento interessa aos malandros com mandato, os petistas pretendem sair em marcha, da Catedral de Brasília, para comemorar a vitória de Dilma Rousseff, rotulada como “a presidenta de todos os brasileiros”. Que o PT quer “vender” a ideia de que o governo de Dilma é uma ode ao perfeccionismo e à retidão todos sabem, mas é preciso lembrar aos quadrilheiros que pelo menos 80 milhões de eleitores não votaram na petista.

A tese de que Dilma é a presidente de todos os brasileiros até seria válida se o Brasil não vivesse uma grave crise institucional, emoldurada por seguidos e bilionários escândalos de corrupção. Ademais, a obsessão do PT pela ideia de “esquerdizar” o Brasil a qualquer preço vem acirrando os ânimos, o que invalida qualquer ação do partido para camuflar a realidade. Fora isso, a crise econômica que se agrava a cada dia é mais um fator para desconstruir o bizarro plano do partido de mostrar ao resto do planeta que Dilma é uma espécie de “queridinha do Brasil”.

A estratégia de exibir uma suposta tranquilidade institucional é fracassada por antecipação, pois o planeta está de olho nos muitos desmandos que diariamente descem a rampa do Palácio do Planalto. De corrupção a descumprimento de meta fiscal, de tirania camuflada a corrosão do salário do trabalhador, a cena brasileira é deprimente e deplorável, mas a “companheirada” mais uma vez aposta no faz de conta, como se não existisse na extensa população verde-loura uma parcela pensante.

Espetáculo de marketing criado para varrer a realidade para debaixo da alcatifa palaciana, a “Marcha da Esperança” é absolutamente legal, uma vez que a Constituição Federal mostra-se clara ao afirmar que “é livre a manifestação do pensamento, desde que vedado o anonimato”. A tão falada liberdade de expressão deve ser respeitada no seu todo, desde que aqueles que se manifestam não queiram atropelar a democracia e o sacro direito do cidadão ao contraditório.

O PT, ao longo dos últimos doze anos, exibiu ao País sua incontestável vocação para a delinquência política, por isso busca em ações como a tal marcha uma forma de desfazer o embuste que cresce a cada dia, tanto em extensão quanto em criminalidade. A ousadia da turba esquerdista revela-se ainda maior no slogan criado para a marcha: “De pé e com fé”. Após colocar o Congresso de cócoras, o que só foi possível na esteira da corrupção, e fez o brasileiro perder a esperança, o PT crê que frases malandras e mentirosas esculpidas por marqueteiros conseguirão mudar a dura e triste realidade do País.

Fonte: Ucho.info

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog