A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, dezembro 12, 2014

Estudo da Merial comprova que vacinação contra a circovirose suína gera homogeneidade de ganho de peso e valorização média de R$ 7 por animal

Não é segredo que na suinocultura industrial detalhes separam a granja do sucesso ou prejuízo. Responsável por grande parte das perdas de produtividade nos suínos, a circovirose (PCV2) é um agente determinante nesta balança, já que, entre outras ameaças, traz consigo a refugagem, que, segundo o gerente técnico da Merial, Marcelo Almeida, contribui para o aumento na variação de peso ao abate, que pode sofrer penalizações da indústria frigorífica.

“A suinocultura brasileira tem passado por um processo intenso de profissionalização nas últimas décadas. Hoje, rebanhos homogêneos, com padronização de ganho de peso, que possibilitem maior controle e certeza de bons preços na venda, são condições determinantes para a atividade. Na contramão dessa lógica encontra-se a circovirose, que ataca ao sistema imunológico e provoca a refugagem, que prejudica o ganho de peso e a uniformidade dos lotes”, explica Almeida.

De acordo com o especialista da Merial, a solução está na prevenção. O uso de vacinas contra o PCV2 testadas em larga escala e comprovadas pelo mercado, como Circovac®, é altamente recomendado. Segundo Marcelo Almeida, estudos de campo conduzidos pela Merial nas principais regiões produtoras suinícolas do mundo comprovam que o uso de Circovac pode gerar ganho de até médio de R$ 7,65 por animal em comparação com rebanhos não vacinados.

“A circovirose suína está entre as principais preocupações sanitárias do suinocultor brasileiro. Esta doença ataca principalmente os órgãos linfoides, reduzindo o desempenho principalmente de animais jovens, podendo levá-los à morte”, esclarece Marcelo Almeida. 

Circovac® conta com elevada carga antigênica, oferecendo diversos benefícios, como a diminuição acentuada da viremia; proteção dos órgãos linfoides - o que conduz à redução do índice de mortalidade; diminuição significativa da refugagem; redução do uso de antibióticos, entre outros benefícios de grande impacto. “Todos esses fatores são diretamente responsáveis por gerar ganhos econômicos aos produtores”, afirma o gerente técnico e médico veterinário da Merial.


Sobre a Merial
Merial é uma empresa líder mundial em saúde animal voltada para a inovação, fornecendo uma gama completa de produtos para melhorar a saúde, o bem-estar e o desempenho de várias espécies de animais. Merial emprega aproximadamente 6.200 pessoas e opera em mais de 150 países ao redor do mundo. Seu faturamento em 2013 foi próximo aos R$ 6,5 bilhões. Merial é uma empresa Sanofi. Para mais informações, consulte www.merial.com.br.




Assessoria de Imprensa
Texto Comunicação Corporativa
Telefone (11) 3039-4100

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog