A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, outubro 13, 2014

UCHO HADDAD: Dilma fala em combate à corrupção, mas conta com o apoio de Collor, Calheiros, Maluf, Barbalho e outros






Lixa grossa – No afã de não ser derrotada de forma fragorosa no segundo turno da eleição presidencial, a petista Dilma Rousseff está se valendo de todos meios, inclusive afirmando em suas declarações e entrevistas que em um eventual segundo governo será ainda mais implacável com a corrupção. Uma declaração mentirosa, pois é sabido que o PT entrou para a história como responsável pelo período mais corrupto do Brasil, desde 1500.

Enquanto fala em combate mais acirrado à corrupção, Dilma conta com o apoio de figuras políticas que se envolveram em escândalos notórios, como Lula, Renan Calheiros, Fernando Collor de Mello, Jader Barbalho, Paulo Salim Maluf, Fernando Pimentel, Michel Temer, Gilberto Carvalho, Aloizio Mercadante, Marcelo Miranda, entre outros, todos citados em recente matéria do ucho.info.

Dilma tem o direito de dizer o que quiser, inclusive o de mentir, pois é clara a Constituição Federal ao garantir que “é livre a manifestação do pensamento, desde que vedado o anonimato”, mas a presidente-candidata não pode querer que todos acreditem em suas palavras, pois a verdade apresenta-se cada vez mais cristalina ao povo brasileiro, cansado de tanta bandalheira política.

Fonte: Ucho.Info

Nenhum comentário:

Arquivo do blog