A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, outubro 14, 2014

SOCIEDADE MILITAR: Jornal Miami Herald diz que vitória de Aécio Neves colocaria em risco o neopopulismo da Venezuela, Bolívia e Argentina


Jornal critica o Foro de São Paulo e diz que governo do PT facilita o tráfico de cocaína a partir da Bolívia.

Na visão do jornal uma vitória de Aécio colocaria em risco o neo-socialismo de países como Bolívia e Venezuela. O artigo no periódico norte americano toca também em um assunto tabu no Brasil, o obscuro Foro de São Paulo.

Aécio Neves, um economista para presidente do Brasil. Aécio é mais jovem e carismático, e capaz de derrotar Roussef no segundo turno das eleições em 26 de outubro Pelo menos dois pesquisadores dão a Neves, o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira, quase 10 pontos percentuais de vantagem sobre Dilma.

Como os ataques do Partido dos Trabalhadores de Rousseff devem se intensificar e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderando o pelotão de fuzilamento, essa diferença pode ser substancialmente reduzida, e até mesmo desaparecer. Neves hoje tem uma vantagem de quatro dias de glória, após os surpreendentes resultados do primeiro turno. Então nos próximos dias ele vai ter que se defender e também atacar, se quiser prevalecer no dia da eleição.

Por que a popularidade de Dilma caiu? Por causa de uma combinação de três fatores:

1- A economia. O país está entrando em uma recessão. O aparelho produtivo não está crescendo, e as exportações estão em queda por causa do desaquecimento da economia chinesa. Tudo era uma miragem. O Brasil não estava fazendo bem o seu trabalho; os chineses estavam. Assim que a China reduziu seu crescimento por um ou dois pontos, o crescimento do Brasil estagnou. Com um PIB anual de pouco mais de 12.100 dólares per capita, o país estava criando menos riqueza por habitante do que seis outras nações latino-americanas, incluindo a vizinha Argentina, Uruguai e Chile. É verdade, em volume, o Brasil tem oitava maior economia do mundo, mas a sua per capita ocupa a posição 105 e seu crescimento 137. A produtividade do Brasil é de 50% da do México e 18% da dos Estados Unidos. Isso é devido ao protecionismo e à enorme burocracia. O país ocupa o 100 º no Índice de Liberdade Econômica, entre Gabão e Benin.

2 - Corrupção. A percepção geral é de que os governos do Partido dos Trabalhadores tem sido o mais corrupto da história recente do Brasil. Segundo a Transparência Internacional, quando Lula assumiu o Brasil estava no lugar 69 em todo o mundo. A pesquisa mais recente mostra-o no lugar 72. O mais recente escândalo envolve a (ex-) prestigiosa Petrobrás, empresa de petróleo e gás do governo. Ela é um esgoto de corrupção. De acordo com as revelações de ex-executivo da Petrobrás Paulo Roberto Costa, a empresa deu ao partido de Dilma 3% de todos os contratos celebrados.

3 - Terceiro-mundismo. Apesar da disparidade entre o sul desenvolvidos e os pobres do nordeste, a Belíndia (a combinação de Bélgica e Índia) descrito pelo economista Edmar Lisboa, os brasileiros sempre tiveram uma tendencia em se aproximar dos ocidentais. O Brasil foi o único país latino-americano a lutar na Primeira Guerra Mundial contra os alemães e austríacos, embora modestamente. Assim, muitos brasileiros não gostam da relação do Partido dos Trabalhadores, hoje, com o Irã, Rússia, Cuba e Venezuela, bem como o patrocínio do Foro de São Paulo, uma espécie de internacional radical, anti-ocidental, anti-mercado e anti-EUA.

Mas há mais no campo internacional. Se Neves ganhar a eleição, sua vitória seria um sinal de alerta para os países do chamado socialismo do século 21 e um aviso claro de que a tendência ideológica estridente e neopopulista que arruinou a Venezuela, está chegando ao fim.

O tsunami também atingiria a Argentina nas eleições do próximo ano, ajudando a acabar com a estrutura populista da presidente Cristina Fernández Kirchner. Idem para a Bolívia, onde o presidente Evo Morales perderia um grande aliado que não se importava que a cocaína a partir de seu país entrasse no Brasil em toneladas.

"Ditto to Bolivia, where President Evo Morales will lose an ally who didn’t care that cocaine from his country would enter Brazil by the ton"



Revista Sociedade Militar - http://sociedademilitar.com.br


Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog