A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, agosto 20, 2014

Quem matou Eduardo Campos?



Depois de notícia trágica do acidente aéreo que levou a vida do candidato Eduardo Campos, PSB/PE, ontem, na cidade de Santos, reforça-me a ideia de que estou vivendo no Brasil que não mais me pertence. Como diz ditado popular, eu estou vivendo no mundo da lua.

A experiência da vida, 70, bem vivido, tem me mostrado que o Brasil transfigurou. O Brasil não é mais dos anos 60, cheio de esperança. O Brasil não é mais país com certa tranquilidade em investimentos como nos tempos do regime militar, embora em regime de exceção. Nos 20 anos de regime militar, o Brasil desaprendeu a viver a verdadeira democracia. Não, não vivemos a democracia plena.

O Brasil pós regime militar, já tivemos governo de "fantasia" do José Sarney. O Brasil teve o presidente Collor, cassado por corrupção. O governo Lula conquistou o governo com discurso de probidade e competência. O que se viu foi uma sucessão de ladroagem aos cofres públicos, alguns dos companheiros cumprindo pena em Penitenciária da Papuda.

O governo corrupto do Lula e com continuidade no governo Dilma, é suspeito de muitas outras falcatruas entre elas o empréstimo do BNDES para empresa do estelionatário Eike Batista em R$ 10,6 bilhões. A própria presidente Dilma autorizou a compra super-faturada da refinaria de Pasadena que custou aos cofres da Petrobras, nada menos que R$ 1,9 bilhão, conforme TCU e MPF.

Nos hostes do PT ocorreram mortes até hoje não justificadas e não desvendadas dos petistas Celso Daniel e do Toninho do PT. Há suspeita muito forte de que as personagens foram mortas por saberem demais sobre as falcatruas das ladroagens dos donos do PT. 

Ontem, foi a morte do Eduardo Campos, candidato à presidência que somado ao Aécio Neves, levaria à vitória da oposição ao Palácio do Planalto. No meu pensamento, que não me deixa quieto, é de não foi o "trágico acidente" que matou o Eduardo Campos, nem tão pouco foi o "avião" que matou o Eduardo Campos. Isto foi um perfeito esquema de sabotagem que levou a vida do Eduardo Campos. É o que penso.

Para saber quem matou o Eduardo Campos, é só analisar quem será o maior beneficiário da morte. Isto tudo pode ser produto do "diabo" que campeia a campanha presidencial. O Brasil pertence a uma quadrilha de bandidos que se aninharam em três poderes da República. 

Vítima do poder por poder!

Eduardo Campos foi morto por atrapalhar o projeto de poder por poder. 

Ossami Sakamori

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog