A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, julho 09, 2014

CHRISTINA LEMOS: Presidente Dilma Rousseff se expôs ao ridículo no microblog twitter ao posar para uma fotografia reproduzindo gesto inventado pelo jogador Neymar




Presidente Dilma Rousseff se expôs ao ridículo no microblog twitter ao posar para uma fotografia reproduzindo gesto inventado pelo jogador Neymar e amigos. Após a derrota do Brasil contra a Alemanha, a imagem virou alvo de chacota nas redes sociais e se transformou num trunfo para oposição.

É um pequeno detalhe, diante do mar de problemas que Dilma deve enfrentar até o domingo, data do encerramento da Copa do Mundo. Ainda assim, o episódio é revelador.

Chama a atenção a excessiva preocupação dos marqueteiros e assessores de Dilma com as redes sociais. A candidata começou a campanha pela internet, abriu a semana num bate-papo com internautas e foi pautada pelo jovem inventor do personagem Dilma Bolada para a famosa pose.

A intenção é sempre das melhores: aproximar-se do eleitor jovem, mostrar-se acessível, aberta ao diálogo e bem humorada. Tudo isso funciona quando os ventos estão a favor. E eles ultimamente têm virado com a maior velocidade. Menos de 24 horas depois de publicada, a foto que agregava tantas qualidades à presidente-candidata, sofreu intervenções que associavam Dilma à desastrosa derrota da seleção brasileira.

A receita para evitar tais dissabores que expõem a autoridade presidencial é simplíssima: respeitar a liturgia do cargo. Presidente da República não faz gracinha na internet, não fica de bate-papo na rede, como uma celebridade da tv - entre outras razōes, porque tem bem mais o que fazer e está ciente de que sua imagem está vinculada à instituição.

O caso sugere puramente moderação: menos esforço de simpatia na internet e mais cautela com este instrumento tão incontrolável e sorrateiro.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog