A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, março 18, 2014

Lavoura-Pecuária-Floresta: Embrapa lança livro sobre sistemas de produção na sede da ONU



A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) lançou na sexta-feira, 14, o livro “Integrated-Crop-Livestock-Forestry Systems: a Brazilian experience for sustainable farming”, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York. A edição em inglês, ampliada, foi baseada na segunda edição do livro ‘Sistemas de integração Lavoura-Pecuária-Floresta – a produção sustentável’, produzido por pesquisadores da Embrapa e parceiros de pesquisa.

O lançamento do livro ocorreu durante a abertura da mostra “Mato Grosso do Sul visto pelo mundo”, em exibição até 27 de março na cidade norte-americana. A mostra visa promover o Estado - conhecido pela tradição agropecuária e potencialidades artísticas, turísticas e econômicas - para o restante do mundo.

A publicação técnica, editada pela Embrapa Gado de Corte (Campo Grande, MS) com apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) e de um projeto financiado pela União Europeia, é embasada em vários trabalhos anteriores apoiados pela rede de fomento aos sistemas de iLPF no Brasil.

De acordo com um dos editores técnicos do livro, o pesquisador Davi José Bungenstab, a ideia da publicação é repassar os conhecimentos técnicos, já sedimentados por inúmeros trabalhos de pesquisa científica, em uma linguagem adequada para produtores, empreendedores e outros interessados no assunto. “Como foi percebido em vários eventos no exterior, bem como em muitas visitas de delegações estrangeiras à Embrapa, existe também uma grande demanda internacional sobre o assunto. Então, decidiu-se produzir a edição em inglês, ampliada e adequada para o público internacional”, diz.

O conteúdo aborda os conceitos básicos de inovação e o papel dos sistemas de integração, assim como sua importância para a recuperação de pastagens no Brasil, até o papel do empreendedorismo e a importância do uso de geotecnologias e ferramentas de planejamento para sua implantação. Exemplos e imagens de sistemas já em andamento ajudam a demonstrar que a integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) pode ser adotada em diversas situações e formatos, trazendo benefícios para o produtor.

Exposição

A abertura da exposição e o lançamento do livro foram precedidos por uma sessão solene em uma das salas de plenárias da ONU. O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, ressaltou a importância da Embrapa para o fortalecimento da agricultura brasileira, promovendo o desenvolvimento sustentável.

Durante a solenidade, Davi José Bungenstab palestrou para embaixadores, funcionários consulados e outros convidados. O evento contou ainda com a presença de autoridades como o representante permanente do Brasil na ONU, Antonio Patriota, e a cônsul-geral do Brasil em Nova York, Ana Lucy Gentil Cabral Petersen.

O pesquisador apontou que o Brasil tem sido pioneiro em algumas tecnologias agrícolas importantes no mundo, como o sistema de plantio direto, que permite duas colheitas por ano, em muitas partes do país. “Também a tecnologia de iLPF está bem consolidada para uso na maioria de áreas de cultivo comercial, especialmente no Cerrado, as savanas brasileiras, enquanto isso outros países estão também buscando alternativas mais sustentáveis de produção”, enfatiza o pesquisador.

Segundo ele, os sistemas de integração Lavoura-Pecuária–Floresta são também singulares no modo de operar. “Eles têm tempo de rotação rápida dos componentes e fornecem uma capacidade de retorno seguro, enquanto os agricultores investem na melhoria dos solos, especialmente para recuperar pastagens. Eles permitem, ainda, a diversificação das receitas, contribuindo assim para estabilizar as finanças do agricultor”, acrescenta Davi.

“Os sistemas integrados brasileiros ainda estão em desenvolvimento em diversos aspectos, no entanto, eles podem ser considerados maduros o suficiente para serem apresentados e testados como uma alternativa para a agricultura sustentável. Essa é a razão pela qual o livro foi publicado em Inglês, para apresentar uma alternativa brasileira que pode ser útil em muitas outras circunstâncias ao redor do mundo”, conclui o pesquisador.


Kadijah Suleiman
Jornalista, MTb RJ 22729JP
Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO)
Embrapa Gado de Corte
 

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog