A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, novembro 11, 2005

Participantes dão show de emoção na prova “Liga de Velocidade” da Copa Metropolis de Equitação

Evento aconteceu nos dias 4, 5 e 6 recebeu um público superior a 2.5 mil pessoas

Pareceu uma verdadeira disputa de Poli-Position de Fórmula 1, a prova de Equitação de Trabalho, denominada “Liga de Velocidade”, que integrou a Copa Metropolis de Equitação e premiou o vencedor, Luís Carlos Oliveira, com uma Moto 0 Km, 125 cilindradas. A ínfima diferença de apenas três centésimos de segundos, tirou o prêmio das mãos de Luciano Alves Pereira – o Baianinho, que sagrou-se o terceiro melhor cavaleiro de Equitação de Trabalho do mundo, no último Campeonato Mundial ocorrido em 2002, em Portugal. Realizado no final de semana de 04 a 06, na Hípica Manège Alphaville, o evento atraiu cerca de 2.5 mil visitantes.
Baianinho entrou na pista com Soneto do Top e cravou a impressionante marca de 46 segundos e 14 centésimos. Mais adiante, entrou novamente à pista, dessa vez com Numão do Castanheiro, para ficar na segunda colocação, com o tempo de 49 segundos e quatro décimo. Vários cavaleiros, num total de 23, sucederam-se na pista com empenho de levar a máquina para casa. Mas foi Luís Carlos Oliveira, o 17º conjunto a pisar na pista, que tirou o fôlego da platéia e a moto do Baininho. Ele cravou a inesperada marca de 46 segundos e onze décimos. Ou seja, três centésimo de segundos a menos que Baianinho, para delírio da torcida e desespero do rival, que levou para casa uma TV 20” e um DVD Portátil, pelas conquistas dos segundo e terceiro lugares.
A estratégia utilizada por Luís Carlos de Oliveira foi precisa. “Me empenhei apenas nos detalhes dos obstáculos. Pois na velocidade da pista todos eram similares. Busquei o diferencial na execução precisa de cada obstáculo, aliado à maneira mais veloz de cumprir cada um”, ensinou o ginete, que disputou a prova pelo Haras Santo Ângelo, de Atibaia. Ele ressaltou ainda que a pista tinha um grau de dificuldade bastante elevado. “O desenhista da pista montou um percurso complicado, pois a entrada de cada obstáculo estava na parte contrária, fazendo com que tivéssemos que concluir um e passar adiante para entrar no próximo e percorrê-lo, assim por diante”, explica. A “Liga da Velocidade” contou com cinco obstáculos, sendo Recuo, Baliza, Salto, Vara e Porteira.
Nas provas do Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho – competição em que o conjunto cavalo/cavaleiro simula todas as atividades executadas numa fazenda - a ginete Samira Uemura, com Forest Ubrique Interagro, que é instrutora no Manège Alphaville, consolidou a liderança na categoria Iniciantes, ficando em segundo lugar nessa que foi a 4ª e penúltima etapa do torneio. Já o morador de Alphaville, Renan Gonçalves, com Profeta 3 A, foi o segundo colocado na categoria Iniciante Amador.
Os demais resultados das provas de Equitação de Trabalho, na Copa Metropolis de Equitação, foram os seguintes: Felipe Capella Riccetto, com Profeta 3 A, sagrou campeão na categoria Mirim; Paulo César Ferreira Júnior, com Urano Marumby, foi o vencedor da categoria Iniciante Amador; Walter Eduardo Araújo, com Nobre do Mirante, levou o título na categoria Sub-19; Adilson Leite, com Forest Universo do Bosque, venceu na categoria Debutante B; Carlos Vicente Pereira, com Sétimo do Top, ganhou na categoria Debutante B; Davi Pereira da Silva, com Profeta 3 A, levou o título na categoria Iniciante; Luciano Pereira Alves – o Baianinho, com Sétimo do Top, venceu na categoria Intermediária; e Rogério da Silva Clementino – o Roger, com Nilo V.O, foi o grande campeão da categoria Principal.

Provas de Salto da Copa Metropolis bateram recorde de inscritos
As provas da 10ª e última etapa do Campeonato Regional Metropolitano de Equitação Fundamental (Salto), que integrou a Copa Metropolis de Equitação, bateram record de inscrições, totalizando cerca de 303 conjuntos participantes, nas categorias Preliminar –0,40m; Iniciante – 0,60 m; Intermediária – 0,80 e 0,90 m; Preparatória 1,00 m; e Principal 1,10. Realizada na Hípica Manège Alphaville, no último final de semana, a Copa contou ainda com a 4ª e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho. Ocorrido no último final de semana, as provas foram acompanhadas por cerca de 2.5 mil visitantes e contou com vários moradores de Alphaville no podium dos campeões.
Na prova de Salto, série 1,10 m – Ommina (aberta a todos os participantes), o título de Campeã ficou com a amazona Simone Macedo, com Forest Quasar do Bosque. Moradora do Residencial 2,ela ganhou um DVD de prêmio. Já a segunda colocação ficou com a amazona Francine Franco Storino, com Goodyear Produtos de Engenharia Catito. Moradora do Residencial 11, ela levou para casa um TV 20”.
Na série 1,10 m, prova da Escola de Equitação Fundamental da FPH, Nicolas Martines, com Argos, ficou com a quinta colocação. Devido a esse desempenho, ele que mora em Alphaville, foi classificado no Ranking da FPH, como o segundo melhor cavaleiro da Regional Metropolitana, na temporada 2005. O título nessa série ficou com Gustavo Magalhães, com Sacha, da Hípica da Serra. Na série 1,00 m, o aluno do Manège Alphaville, Alexandre Salgado, com Marco Polo, ficou com a quarta colocação. O título dessa série ficou com Fernando Cano, Isha, da Sociedade Hípica Santa Fé.
Na série 0,90 m, Luís Felipe Arruda, com Papaleguas, também morador de Alphaville, ficou em segundo lugar. Na série 0,80, nenhum competidor de Alphaville subiu ao pódium. O título ficou com Natalia Rosante Garbelotto, com Dollar Tree, da Escola de Equitação Freitas (EEF). Porém, na série 0,60 m, três alunos do Manège subiram ao pódium. André Ramos, com Bankok, foi o campeão; Karina Ferracioli, também com Bankok, ficou em quarto lugar; seguida de Daniela Garcia, com Umbú. Todos os três treinam com Alexandre Tedesco, que foi consagrado o melhor instrutor da temporada no Ranking da Equitação Fundamental, Regional Metropolitana, da Federação Paulista de Hipismo (FPH).
Já na série 0,40 m, os moradores de Alphaville Felipe Mariscal Aranha, montando Rubio; Roberta Marini Paschoalin, com Highlander; Yara do Amaral Fernandes, com Anope; e Victor Antunes, formando conjunto com Bankok; terminaram respectivamente em segundo, terceiro, quinto e sexto lugares. Todos subindo ao pódium. Felipe e Yara treinam com Priscilla Botton; Victor Antunes, treina com Alexandre Tedesco. Todos no Manège Alphaville. Já a amazona Roberta Paschoalin, treina na Sociedade Hípica Paulista.
A Copa Metropolis de Equitação foi uma parceria entre a Revista Metropolis e a Hípica Manège Alphaville. O evento contou com o patrocínio da Goodyear Produtos de Engenharia; Gazar; AON Affinity; Coudelaria Roucas do Vouga; e Coudelaria Ilha Verde; Co-patrocínio da Coudelaria Alegria dos Pinhais; Hara LS Itirapina; Marco Zero; Coudelaria N.S.Fátima; Coudelaria do Castanheiro; Rações Guabi; Prefeitura Municipal de Santana de Parnaíba; e apoio da TV Alphaville; Folha de Alphaville; Alpha Motos Yamaha e HVille Honda. A realização dos torneios foi da ABPSL (Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano); da ABET (Associação Brasileira de Equitação do Trabalho) e da FPH (Federação Paulista de Hipismo).

Mais Informações:
Cláudio Ferreira - 9803-6434
F2 Press - Comunicação Integrada
(011) 6826-7109

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog