A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, agosto 09, 2004

Meta é montar cadeia produtiva de algodão orgânico

O projeto mais arrojado que está sendo conduzido pela Unisol-Brasil (União e Solidariedade das Cooperativas e Empreendimentos de Economia Social do Brasil) é o de uma cadeia produtiva de algodão orgânico.
Nessa cadeia, o plantio e colheita do algodão será feito pela cooperativa de agricultores familiares da Cidade de Tauã (CE); a fiação, pela Cooperativa Cones, em Nova Odessa (SP); a tecelagem, pela Textilcooper, de Santo André (SP); e finalmente a confecção, pela Univens – Unidas Venceremos, de Porto Alegre (RS).
Para iniciar suas atividades, essa cadeia aguarda que o Ministério do Trabalho e Emprego libere um financiamento a fim de comprar novas máquinas, no valor de R$ 300 mil.
Os produtos feitos com algodão orgânico têm grandes possibilidades de venda no mercado externo, em particular na União Européia, onde a procura por produtos orgânicos é maior que a oferta. Embora o selo orgânico seja mais conhecido em alimentos, ele se aplica a qualquer processo do setor de agricultura, criações animais e produtos industriais.
No caso do algodão orgânico, o plantio deve ser feito em solo não contaminado por insumos e defensivos químicos determinados e o controle de pragas é primordialmente feito por combinação de culturas com outras plantas e caldos vegetais. Também são exigidas, para concessão da certificação, condições de trabalho em toda a cadeia – do plantio às fábricas.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog