A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quinta-feira, abril 23, 2020

Fundação Agrisus completa 19 anos de apoio à pesquisa agronômica no país

Fundada pela família do engenheiro agrônomo Fernando Penteado Cardoso, hoje com 105 anos de idade, a Agrisus (www.agrisus.org.br) chega aos 19 anos em 24/04. Desde seu início, seu foco foi sempre educativo, sendo a única entidade privada de financiamento da pesquisa agronômica no país. Apoia ainda a realização de congressos, simpósios e dias de campo, bem como viagens de estudos e formação de bibliotecas.

A Agrisus foi constituída após Cardoso, fundador do Grupo Manah (fertilizantes e gado de corte) e seu diretor e presidente de 1947 a 2000, vender a empresa e destinar parte dos recursos para essa finalidade. Asim ela permanece até agora, privada e sem fins lucrativos. Hoje tem como presidnte Antonio Roque Dechen, sendo Ondino Cleante Batglia seu secretário executivo. Nesse período, foram submetidos para avaliação 2970 projetos, com aprovação de 1108. O investimento direto nos projetos mais os valores necessários para gestão dos recursos chegam a uma estimativa de 23 milhões de reais no período. A Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), desxde o início, é responsável pela gestão administrativa e financeira dos projetos, sendo uma parceira estrutural da Agrisus, uma vez que o próprio Conselho Curador é responsável pelas duas fundações.

Até agora, já foram concluídos 321 projetos de pesquisa agronômica, incluindo bolsas de estudos para estudantes nas diversas universidades e instituições. Essas pesquisas tiveram grande impacto no aperfeiçoamento do sistema de plantio direto no país. Resultados expressivos foram obtidos com projetos de integração lavoura/pecuária, destacando-se projetos de longa duração no Rio Grande do Sul, onde se firmou a integração de soja e pastagens de avezém no inverno, especialmente na criação de ovelhas. Nos solos arenosos do Paraná, os progressos foram marcantes quando se integrou soja e braquiárias, permitindo o cultivo da soja e produção de 2000 litros de leite ou 300 kg de carne bovina no mesmo hectare durante o ano.

Nos últimos 14 anos já foram apoiados 393 eventos, envolvendo manejos para melhoria e conservação da fertilidade dos solos brasileiros. O treinamento coletivo de agricultores e de pessoal técnico envolvido no desenvolvimen to da agricultura conservacionista tem sido uma atividade muito valorizada desde o início dos trabalhos. Alguns eventos de destaque são os congressos e reuniões promovidos pela Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, os Encontros Nacionais de Plantio Direto promovidos pela Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (FEBRAPDP) e uma grande quantidade de outros encontros de abrangência nacional ou regional, sempre envolvendo manejos conservacionistas para melhoria e conservação da fertilidade dos solos brasileiros.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog