A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

terça-feira, dezembro 12, 2017

Cup of Excellence: café da categoria Naturals é vendido por mais de R$ 39 mil


Cup of Excellence: café da categoria Naturals é vendido por mais de R$ 39 mil

O lance pago pelo produto orgânico produzido por Henrique Sloper, nas Montanhas do Espírito Santo, é o maior pago no mundo para um café natural

O café especial orgânico e biodinâmico campeão da categoria "Naturals" do Cup of Excellence – Brazil 2017, concurso realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), foi vendido pelo maior preço da história pago pelo fruto colhido e seco com casca na competição, em disputado leilão realizado na quinta-feira, 7 de dezembro, pela internet.

Produzido por Henrique Leivas Sloper de Araújo, na Fazenda Camocim, em Domingos Martins, região das Montanhas do Espírito Santo, o produto foi dividido em dois lotes, com o primeiro sendo arrematado por US$ 90,20 por libra peso pelas empresas japonesas Maruyama Coffee, TOA Coffee e Sarutahiko Coffee, valor que corresponde a *R$ 39.213,40 (US$ 11.931,66) por saca de 60 kg, o maior valor pago por um café natural no mundo. O segundo lote foi negociado por US$ 80,30 por libra peso, ou *R$ 34.909,48 (US$ 10.622,08) por saca.

Todos os lotes ofertados foram arrematados no pregão, gerando uma movimentação financeira total de *R$ 1.238.278,96 (US$ 376.777,41), a um preço médio de US$ 11,56 por libra peso, ou * R$ 5.025,58 (US$ 1.529,16) por saca, que também é recorde em reais no concurso. O resultado completo do leilão está disponível no site da ACE: http://www.allianceforcoffeeexcellence.org/en/cup-of-excellence/country-programs/brazil-naturals/2017/auction-results/.

Henrique Sloper celebra o fato de 7 de dezembro passar a ser um dia especial devido aos resultados obtidos por seu café orgânico no concurso e no leilão. "Hoje é um dia muito especial para nós por causa do resultado que obtivemos com uma abordagem tão diferente na produção de café. Esse feito nos dará a chance de expandirmos a consciência sobre a agricultura biodinâmica e, com sorte, atrair mais produtores para se unirem a nós", prevê o campeão da categoria "Naturals".

O produtor recorda que, após ficar bem próximo em 2016, essa foi a primeira vez que seu café se colocou entre os vencedores do Cup of Excellence, o que gerou uma surpresa ainda maior pelo resultado alcançado no leilão. "Sendo a primeira vez que chegamos a esta fase do CoE, ficamos agradavelmente surpresos com todo o processo e com o valor atingido. Também estamos muito felizes que este lote tenha sido comprado por nossos grandes amigos no Japão", comemora!

Sloper conclui informando que os recursos que receberá pelo café campeão serão reinvestidos na propriedade para evoluir ainda mais em sua forma de cultivo biodinâmico. "Este resultado é muito bem-vindo e será totalmente aplicado na fazenda e no nosso povo. A intenção é melhorar cada vez mais nossos procedimentos agrícolas e a vida de todos os envolvidos", afirma.

Para a diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, o resultado alcançado em mais essa edição do principal concurso de qualidade para grãos especiais, incluindo o maior valor pago por uma saca de café natural no mundo, evidencia a crescente qualidade do produto nacional. "É um prazer para nós mostrar ao mundo a qualidade dos nossos cafés naturais. É mais um paradigma do mercado de café especializado que podemos romper. Sim, podemos dizer que o Brasil tem excelentes cafés. O Brasil tem cafés naturais fantásticos e especiais", destaca.

A categoria "Naturals" do Cup of Excellence – Brazil 2017 teve 32 vencedores, que foram adquiridos por 28 empresas originárias de mercados tradicionais, como Alemanha, Austrália, Brasil, Estados Unidos, Japão e Noruega, e de emergentes no consumo de café, como Arábia Saudita, China, Coreia do Sul e Taiwan.

* Dólar a R$ 3,2865, conforme cotação de 7 de dezembro.

BRAZIL. THE COFFEE NATION
O Cup of Excellence – Brazil 2017 é ação integrante do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", que é desenvolvido em parceria por BSCA e Apex-Brasil, e tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2016 ao mesmo mês de 2018 e os mercados-alvo são: (i) EUA, Canadá, Japão, Coreia do Sul, China/Taiwan, Reino Unido, Alemanha e Austrália para os cafés crus especiais; e (ii) EUA, China, Alemanha e Emirados Árabes Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Mais informações para a imprensa
BSCA – Assessoria de Comunicação
Paulo André Colucci Kawasaki
(61) 98114-6632 / ascom@bsca.com.br
BSCA - Brazil Specialty Coffee Association
Telefones: (35) 3212-4705 / 3212-6302
E-mail: ascom@bsca.com.br


Nenhum comentário:

Arquivo do blog