A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, outubro 04, 2017

Café especial: empresas brasileiras ampliam negócios na principal feira do Japão



Café especial: empresas brasileiras ampliam negócios na principal feira do Japão

Através do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", empresas do País podem concretizar US$ 25 mi na SCAJ World Specialty Coffee Conference and Exhibition 2017


 
A principal feira de cafés especiais da Ásia, a SCAJ World Specialty Coffee Conference and Exhibition 2017, realizada de 20 a 22 de setembro, em Tóquio, no Japão, contou com a participação de 21 empresas brasileiras, que realizaram US$ 4,97 milhões em negócios durante o evento e possuem prognóstico para a concretização de mais US$ 20,06 milhões nos próximos 12 meses (total de US$ 25,03 milhões), registrando alta de 13,6% na comparação com 2016, quando US$ 22,04 milhões foram movimentados por 25 empresas. A ação faz parte do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", desenvolvido em parceria pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Os trabalhos na feira foram conduzidos pela BSCA em um amplo estande com duas salas, que serviram para a realização de sessões de degustação dos cafés especiais de diversas origens produtoras brasileiras e para reuniões dos associados com clientes e potenciais compradores. No evento, a entidade também realizou degustação permanente dos cafés dos associados, sessões de cupping complementares e a principal ação, a "Taste of the Harvest". Houve, ainda, uma apresentação institucional realizada pelo presidente Adolfo Henrique Vieira Ferreira.

Segundo a diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, o país asiático é um mercado estratégico para os cafés especiais nacionais, adquirindo volumes representativos do produto devido à posição de destaque conquistada pelo Brasil com a excelência na produção e os trabalhos de promoção, assim como pelos fortes vínculos construídos com a imigração japonesa.

"Nesse contexto, a SCAJ World Specialty Coffee Conference and Exhibition 2017 se estruturou como uma das principais portas de acesso aos mercados da Ásia, recebendo cerca de 30 mil pessoas ao ano, o que faz com que mantenhamos intensos trabalhos na feira e, também, países como Coreia do Sul, China, Emirados Árabes Unidos, além do Japão, como mercados prioritários no projeto setorial", conclui Vanusia.

SOBRE O PROJETO SETORIAL
O "Brazil. The Coffee Nation", desenvolvido em parceria pela BSCA e pela Apex-Brasil, tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2016 ao mesmo mês de 2018 e os mercados-alvo são: (i) EUA, Canadá, Japão, Coreia do Sul, China/Taiwan, Reino Unido, Alemanha e Austrália para os cafés crus especiais; e (ii) EUA, China, Alemanha e Emirados Árabes Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Mais informações para a imprensa
BSCA – Assessoria de Comunicação
Paulo A. C. Kawasaki
(61) 98114-6632 / ascom@bsca.com.br

BSCA - Brazil Specialty Coffee Association
Telefones: (35) 3212-4705 / 3212-6302
E-mail: ascom@bsca.com.br

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog