A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

sexta-feira, julho 15, 2016

Miinistro da agricultura tranquiliza produtores de soja


                                                                                                          

Ministro da agricultura tranquiliza produtores de soja



Após a confirmação de que o Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou a prorrogação das dívidas dos produtores de arroz, que tiveram prejuízos com as excessivas chuvas na safra deste ano, o deputado Afonso Hamm está articulando a negociação para os sojicultores.

O pedido será oficialmente encaminhado ao ministro da agricultura, Blairo Maggi, nos próximos dias, o qual já garantiu que as mesmas condições de pagamento serão estendidas aos produtores de soja que comprovarem, através de laudo técnico, a necessidade de mais prazo para quitar as parcelas de custeio e investimento. Nesta semana o ministro informou ao deputado Hamm que a decisão deverá ocorrer na próxima reunião do CNM, prevista para o próximo dia 28.

De acordo com o deputado, as instituições financeiras serão orientadas a atenderem os produtores de soja, oferecendo condições de negociação compatíveis com as possibilidades dos agricultores de cumprirem os compromissos sem comprometerem sua renda e a continuidade das atividades.

Uma das mais atingidas pelos problemas climáticos, a região da Metade Sul do Estado registrou prejuízos de produtores que ficaram com mais de 50% da safra comprometida. Segundo Afonso Hamm, como mais de 90% dos contratos efetuados com o Banco do Brasil começam a vencer em julho, essa decisão precisa ser revista com urgência, antes que banco passe a cobrar os débitos e execute os bens desses agricultores.

"Estávamos confiantes que o CMN seria sensível às reivindicações dos nossos sojicultores. Como não houve esse entendimento, procuramos o ministro da agricultura, que se comprometeu em dar agilidade ao processo, tranquilizando nossos produtores de soja e, também, os orozicultores que eventualmente ainda não tenham negociado com os bancos", destacou.



Jornalistas responsáveis – Márcia Godinho Marinho – MTB 10.868 – (61) 3215-5604 / Gilkiane Cargnelutti MTB 15.929 - (51) 3392-4609


Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog