A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

segunda-feira, março 16, 2015

Exército de Stédile convoca guerra da Venezuela e da Argentina contra o Brasil







Aqui veremos a evidência incontestável de que o MST, ou "o exército de Stédile" (nas palavras do próprio Lula), está fazendo aquilo que o chefe do PT mandou fazer. 


Lembrando que há umas duas semanas Lula disse que contava com a ajuda do "exército de Stédile" para uma guerra. A coisa pegou tão mal que Lula sumiu do mapa, esperando que nós fossemos esquecer suas ameaças inqualificáveis. Não esqueceremos. 


Enquanto isso, Stédile viajou para a Venezuela para dar o senso de urgência necessária para Maduro: é preciso entrar em guerra para salvar o projeto de saqueamento de estados dos países bolivarianos. 


Como Maduro destruiu a Venezuela por completo Stédile está lá para alertá-lo de que é preciso que eles ajam para manter o Brasil sobre o controle de um partido bolivariano. Sem isso, não haverá mais grana para financiar Cuba, Argentina, Venezuela e outras tiranias. 


Chega a ser ridículo ver Stédile participando de uma farsa para dizer que na Venezuela existe papel higiênico sim, mesmo fazendo uma encenação em um supermercado claramente "fake". (Aliás, os bolivarianos são muito ruins para construir cenários cinematográficos. Nem em novela mexicana criariam um supermercado tão falso). 


Veja o quão baixo esse sujeito desce:





Mas o pior é mesmo a convocação à guerra, onde Stédile é claro ao dizer que a "a Patria Grande" tem que se juntar para atacar os opositores de Dilma no Brasil. Ou seja, incitação não a guerra civil, mas a uma guerra entre países:


Está nas mãos do Congresso agir para que o MST seja fechado, que Stédile seja preso e que Lula seja chamado para se explicar. No mínimo.

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog