A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quinta-feira, fevereiro 05, 2015

UCHO HADDAD: Condução coercitiva de Vaccari e depoimento de Barusco complicam o PT; Caiado ataca Dilma Rousseff




Situação grave – A condução coercitiva de João Vaccari Neto, no rastro da Operação My Way, nona etapa da Operação Lava-Jato, para prestar depoimento na Polícia Federal agravou sobremaneira a situação do Partido dos Trabalhadores, cada vez mais encalacrado no Petrolão, o maior escândalo de corrupção de todos os tempos. Tesoureiro do PT, Vaccari Neto por certo não falou como gostariam as autoridades que investigam o esquema criminoso de desvio de dinheiro na Petrobras, mas as provas falam por si só. E foram suficientes para que o juiz federal Sérgio Fernando Moro autorizasse a condução coercitiva.

A situação de Vaccari, assim como a da cúpula da legenda, não é das mais confortáveis, uma vez que Pedro Barusco Neto, ex-gerente da Petrobras, revelou, durante depoimento prestado em novembro passado, que o PT recebeu aproximadamente US$ 200 milhões em propina, o que significa que o volume de dinheiro sujo destinado ao partido pode ser ainda maior, pois é preciso contabilizar a roubalheira promovida nas outras diretorias da estatal.

Vale destacar que Barusco já se prontificou a devolver aos cofres públicos US$ 97 milhões, que ele teria recebido indevidamente. O mais estranho nesses desdobramentos da Lava-Jato é que Renato Duque, indicado pelo PT para comandar a diretoria de Serviços da Petrobras, continua solto.

Como se não bastasse a grave situação que surge no horizonte do PT no âmbito da Operação Lava-Jato, o cenário deve se complicar ainda mais no Congresso Nacional, pois a oposição está atenta e pronta para desvendar a bandalheira que funcionou na empresa petrolífera.


Linha de tiro

Líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO) defendeu, nesta quinta-feira (5), rigorosa apuração das contas de campanha da presidente reeleita Dilma Rousseff, do ex-presidente Lula e dos candidatos do PT que concorreram nas últimas eleições. Para o senador, a recente descoberta de que em torno de US$ 200 milhões foram desviados da Petrobras entre 2003 e 2013 para financiar dirigentes e campanhas eleitorais do PT, também torna obrigatória a ação do Congresso Nacional.

“Defendo que o Congresso abra processo para apurar o envolvimento do PT, de Dilma e de Lula. O Brasil não pode continuar paralisado, passível a uma quadrilha comandada pelo PT. Eles não mediram as consequências para assaltar o patrimônio público. Além de tudo, isso é um crime eleitoral, o que torna ainda mais gritante a necessidade de ser apurada essa fraude durante todos os últimos processos eleitorais no Brasil. Muitos parlamentares já perderam mandato por atos menores”, comentou Caiado.

“O que está claro neste momento é que Dilma entra na mesma condição de Graça Foster: não tem credibilidade alguma até que prove o contrário. Como o PT saqueou o bolso do brasileiro, a condição da presidente Dilma de representar a população brasileira está completamente desqualificada. Ela deve satisfações a cada um dos 200 milhões de brasileiros”, defendeu Caiado.

A iniciativa de Ronaldo Caiado vai ao encontro matéria do UCHO.INFO, que em 29 de agosto de 2014 afirmou, sem medo de errar, que a Operação Lava-Jato haveria de subir a rampa do Palácio do Planalto, o que aconteceu sem pompa e circunstância, aproximando-se perigosamente de Lula e Dilma Rousseff. Somente um desavisado é capaz de acreditar que a roubalheira na Petrobras acontecia sem o conhecimento do staff palaciano. Ao contrário, o esquema de corrupção foi acionado com a devida anuência dos principais frequentadores da sede do governo federal. O que explica o sumiço de Lula e de Dilma.


Instabilidade agravada

Causa preocupação ainda maior o avanço do clima de instabilidade política que as novas revelações do ex-gerente produziram. O governo do PT enfrenta uma das mais graves crises institucionais dos últimos tempos, capaz inclusive de levar a presidente Dilma a renunciar, mas os petistas continuam insistindo em vender à população que o Brasil e o País de Alice, aquele das maravilhas, e que os percalços da Petrobras devem e precisam ser superados. O Brasil está à beira do despenhadeiro da crise, enquanto a Petrobras foi alvo de uma quadrilha organizada que lá agiu de forma deliberada durante dez anos.

Em meados de 2005, o editor do UCHO.INFO alertou a população sobre um novo esquema de corrupção que havia sido criado para substituir o malfadado Mensalão do PT. À época, um dos mentores da operação criminosa foi o então deputado federal José Janene (PP-PR), já falecido, conhecido como o “Xeique do Mensalão”.

O senador Ronaldo Caiado externou sua preocupação com o agravamento da crise que chacoalha o País, destacando a disparada da instabilidade política provocada pelas denúncias de Pedro Barusco

“A população está sendo desafiada. Se nós, representantes legítimos dos brasileiros, não iniciarmos o processo de investigação, a população não se sentirá representada. Isso aprofundará ainda mais um clima de instabilidade. As denúncias contra o PT e Dilma se avolumam a cada dia, o que vai tornando sua permanência insustentável”, afirmou o democrata.

Fonte: Ucho.Info

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog