A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, agosto 13, 2014

UCHO.INFO: Gleisi defende corruptos da Petrobras e vê coordenador de campanha na mira da cassação


Inferno astral – Senadora pelo PT e candidata ao governo do Paraná, Gleisi Hoffmann para ter mergulhado de cabeça em um mar de lama. Essa analogia se deve ao fato de que a petista tentou, em primeira ação, justificar a farsa montada pelo PT para livrar os “companheiros” que causaram prejuízos milionários à Petrobras, denunciada pela revista Veja.


De acordo com a senadora, “todo o barulho sobre a Petrobras [denúncia de farsa nos interrogatórios da CPI] é uma ‘cortina de fumaça’ dos tucanos para fugir a polêmica sobre o aeroporto de Cláudio”. A alegação é, no mínimo, descabida, se considerados os valores envolvidos. O Tribunal de Contas da União condenou a cúpula da Petrobras a pagar um prejuízo de US$ 793,2 milhões pelo desastre criminoso que foi a compra da refinaria de Pasadena, no Texas.

Contudo, a fumaça acabou saindo da biografia do coordenador de campanha de Gleisi, o ainda deputado federal André Vargas, que já subiu ao patíbulo da cassação. Vargas é acusado pelo relator do processo que tramita no Conselho de Ética da Câmara de se inserir no “contexto de uma imensa rede criminosa especializada na lavagem de dinheiro e na evasão de divisas como o agente responsável por abrir as portas de órgãos da administração pública direta e indireta para que a Labogen pudesse voltar a atuar no mercado bioquímico, principalmente em parcerias com o próprio governo”, destaca o parecer do relator.

De acordo com o relator, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), o homem forte da campanha de Gleisi, André Vargas, tinha uma “relação íntima” que servia para abrir as portas no governo federal. E a primeira concretização dessa relação foi o “contrato firmado no Ministério da Saúde e já estavam caminhando para haver uma relação com a Funcef, o fundo dos economiários da CEF.”

Ultimamente, Gleisi Hoffmann tem ensaiado a defesa de André Vargas, destacando a importância que o deputado tinha – era vice-presidente da Câmara dos Deputados, e se diz surpreendida com as acusações. Basicamente, trata-se da mesma tática usada para justificar o fato de ter levado o pedófilo Eduardo Gaievski à Casa Civil, onde recebeu a incumbência de cuidar das políticas do governo federal para crianças e adolescentes.

Gaievski, o pedófilo, é acusado por dezenas de estupros de menores e costumava marcar orgias com garotas de programa menores de idade, não sem antes gabar-se de “tirar a virgindade de meninas” “ensinando” como se faz sexo.

Fonte: Ucho.info

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog