A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

quarta-feira, fevereiro 26, 2014

Rachel Sheherazade: Fama e Lama

Direto do blog oficial da jornalista Rachel Sheherazade




Interessante esse súbito acesso de moralismo dos brasileiros... A gente pode até não gostar – e eu, particularmente, detesto essa imagem nociva que os estrangeiros têm do Brasil e das mulheres brasileiras. 

Mas, essa foi a imagem que nós mesmos cultivamos: as passistas de tapa-sexo, as funkeiras sensuais, as sereias nas praias com seus sumários biquinis fio dental. 

O Brasil sempre se vendeu como o país do futebol, do carnaval, da sensualidade, do sexo fácil. Não é à toa que somos um dos principais destinos mundiais do hediondo turismo sexual. 

Fizemos a fama e agora repudiamos a lama. 

Não é possível censurar sensualidade na Copa e continuar vendendo prostituição no Carnaval. Isso é hipocrisia! 

Se queremos que o mundo nos enxergue com outros olhos, temos que mudar a forma como nós tratamos e retratamos as mulheres. 

Quem exige respeito, tem que, primeiro, se dar ao respeito!

Arquivo do blog