A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

quarta-feira, abril 05, 2006

Alckmin participa de reunião com produtores em Rio Verde

Presidenciável tucano, Alcides e Leonardo visitam Agrishow
O ex-governador de São Paulo e presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, visitará a Agrishow Comigo 2006, em Rio Verde, nesta quinta-feira (6/abril), às 9h30. O pré-candidato foi convidado pelo deputado federal Leonardo Vilela (PSDB-GO), a pedido das entidades que organizam o evento. A feira, em sua terceira edição, foi aberta na última terça-feira pelo governador Alcides Rodrigues, que também acompanhará Alckmin.
O objetivo da vinda do presidenciável tucano, segundo Leonardo Vilela, é promover uma ampla reunião com lideranças do agronegócio de Goiás – responsável por dois terços do PIB goiano. O parlamentar lembra que o setor vive uma grave crise com a queda do preço das principais commodities. "O grande problema está na falta de uma política agrícola, com recursos efetivos para o custeio e para a manutenção de preços mínimos", diz Leonardo.
O deputado comenta ainda que desde a posse do presidente Lula da Silva os produtores rurais vêm enfrentando dificuldades. "Foram três quebras de safra consecutivas, sem qualquer sinal de mudança no paradigma de restrições orçamentárias imposto ao setor produtivo." Sem renda e endividados, os produtores podem reduzir ainda mais seus investimentos e o País pode viver uma crise de abastecimento, além de desarticular um dos mais rentáveis segmentos exportadores. "A presença de Alckmin é fundamental, pois queremos que ele se comprometa com a nossa causa", conclui o parlamentar goiano.

PERFIL - Geraldo Alckmin
Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho nasceu em Pindamonhangaba, São Paulo, em 7 de novembro de 1952. É casado com Maria Lúcia Ribeiro Alckmin e tem três filhos: Sophia, Geraldo e Thomaz. Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Taubaté, São Paulo, tem especialização em anestesiologia.
A vida política do tucano começou em 1972. Aos 19 anos, no primeiro ano da faculdade, Alckmin se filiou ao antigo MDB (Movimento Democrático Brasileiro) e foi o vereador mais votado da sua cidade natal. Logo no primeiro mandato, se tornou presidente da Câmara Municipal. Quatro anos depois, em 1976, foi eleito prefeito de Pindamonhangaba, e exerceu mandato de seis anos. No final da administração, Alckmin se candidatou a uma vaga para a Assembléia Legislativa paulista e foi eleito, em 1982, deputado estadual.
Em 1986 foi o quarto deputado federal mais votado do PMDB em São Paulo, com 125 mil votos, foi o quarto colocado entre os deputados federais eleitos pelo PMDB. Nesse mandato, foi vice-líder da bancada na Assembléia Constituinte e, posteriormente, um dos fundadores do Partido da Social Democracia Brasileira em 1988.
Alckmin foi reeleito deputado federal em 1990, obtendo a quarta colocação entre os parlamentares paulistas. Nesse mandato, apresentou o projeto do Código de Defesa do Consumidor. Além disso, relatou o projeto que se converteu na Lei de Benefícios da Previdência Social. Alckmin também foi autor de um dos projetos que se converteram na Lei Orgânica da Assistência Social (Loas) e relator do projeto de lei que facilita e disciplina a doação de órgãos para transplantes.
Em 1994, Alckmin foi eleito vice-governador, ao lado do governador Mário Covas. Em 1998, foi reeleito ao lado de Covas para um segundo mandato à frente do Executivo paulista. Em 6 de março de 2001 assumiu o governo do estado, após a morte de Covas. Em outubro de 2002, Alckmin foi eleito com mais de 12 milhões de votos para ocupar o Palácio dos Bandeirantes.
No dia 14 de março de 2006, foi anunciado oficialmente como pré-candidato do PSDB à Presidência da República, na sede do Diretório Estadual do PSDB/SP, com a presença das principais lideranças tucanas, como o presidente do partido, senador Tasso Jereissati (CE), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, além dos governadores Aécio Neves (MG), Cássio Cunha Lima (PB), Simão Jatene (PA), Marconi Perillo (GO) e Lúcio Alcântara (CE), e parlamentares da legenda. (Fonte: Agência Tucana)


Assessoria de Comunicação do Deputado Leonardo Vilela

Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog