A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT

A MILÍCIA BOLIVARIANA DO PT
AgroBrasil - @gricultura Brasileira Online
Ofereci meus ombros. Como escada ele subiu. Abri o caminho para ele passar. Na hora da porrada a cara era a minha. Fui seu irmão seu amigo e companheiro... Um dia encontrou comigo. Me deu um beijo. Virou as costas e partiu. Lembrei de Jesus e as 30 moedas"
Poema do mensaleiro João Paulo Cunha que revela a mágoa em relação ao ex-presidente LULArápio.
"Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o ‘premio manuel bonfim’, atribuído ao meu livro "Chatô, o rei do Brasil". Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. de golpista não quero nada. Nem prêmio".

Escritor Petralha Fernando Morais

“Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política, corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o que ele fazia no governo do Quercia".

Senador Cristovam Buarque

+ LIDAS NA SEMANA

terça-feira, novembro 22, 2016

BSCA celebra 25 anos e apresenta nova identidade visual



BSCA celebra 25 anos e apresenta nova identidade visual

Entidade tem história vinculada à promoção dos cafés especiais brasileiros e apresenta nova marca para fortalecer a imagem do País no mundo

Congregar produtores, difundir sua produção de excelência, valorizar a marca dos cafés especiais do Brasil, revelando ao mundo toda a sustentabilidade da produção nacional, estimular o constante aprimoramento técnico e a maior eficiência na comercialização, agregando valor a todos os produtos. Esses são os principais frutos colhidos pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) ao longo de seus 25 anos de história.

"As duas décadas e meia da BSCA refletem um trabalho muito bem executado de promoção dos cafés especiais do Brasil, suprindo uma lacuna deixada após a extinção do Instituto Brasileiro do Café (IBC). O Brasil saiu atrás na divulgação de seus cafés em relação a alguns concorrentes, mas temos orgulho de ver que somos um case de sucesso e que todo o trabalho que desenvolvemos na Associação, junto com nossos parceiros, deu ao Brasil o devido status de qualidade e excelência que nossos cafés merecem", celebra a diretora Vanusia Nogueira.

Segundo o presidente da BSCA, Adolfo Ferreira, a entidade tem por essência se atualizar e modernizar à medida que se apresentam os cenários e tendências do mercado mundial. "Temos profissionais capacitados e parceiros institucionais, como a Apex-Brasil, a Alliance for Coffee Excellence e o Sebrae, além de associados de vanguarda que nos possibilitam executar ações em todos os cantos do mundo e atuar de acordo com a realidade de cada mercado para promover os cafés especiais do Brasil", destaca.

NOVA IDENTIDADE VISUAL
Refletindo sua preocupação na busca por acompanhar as tendências do mercado nesses 25 anos, a BSCA apresentou, no dia 21 de novembro, em cerimônia de celebração de seu Jubileu de Prata, na sede da Sociedade Rural Brasileira (SRB), em São Paulo (SP), sua nova identidade visual, que será utilizada na logomarca, no selo de certificação de qualidade e nos materiais promocionais do projeto "Brazil. The Coffee Nation".

A nova "marca BSCA", desenvolvida pela empresa Place Branding, reflete os valores da Associação, retrata as mudanças do setor e expressa a força do País, intensificando a brasilidade por meio da utilização de um símbolo mundialmente conhecido, que é a bandeira do Brasil, associado a um ícone tradicional, como a saca de café.

No Certificado de Qualidade BSCA, a nova marca destaca, ainda, um símbolo universal de sucesso, que são os ramos da vitória, fazendo menção aos ramos de café, que também marcam presença no brasão imperial brasileiro. O intuito dessa identidade busca despertar o interesse de compradores e consumidores, revelando o grau de qualidade do café a ser comprado e degustado; ser um fator de decisão de compra ao gerar respeitabilidade, confiabilidade e clareza; revelar critérios objetivos do que é um café superior; e, ao identificar a pontuação do produto, trazer uma linguagem já conhecida pelo setor de cafés especiais.

CONCURSO DE QUALIDADE BSCA 25 ANOS
O 'gran finale' das comemorações do Jubileu de Prata da BSCA foi a cerimônia de premiação do Concurso de Qualidade BSCA 25 Anos – Pulped Naturals e Naturals 2016, realizado com apoio dos parceiros Bourbon Specialty Coffees, Cafebras, EISA - Empresa Interagrícola, Klabin, Super Safra Armazéns Gerais, Pinhalense e Yara. O certame foi destinado aos produtores de café arábica associados à entidade, com certificação de sustentabilidade vigente, e a premiação focou a valorização do café por qualidade, com os valores pagos crescendo conforme a pontuação alcançada pelos lotes.

O concurso elegeu os cinco melhores colocados de cada categoria, conforme notas dadas pelos profissionais de degustação coordenados pelo expert e conselheiro diretor da BSCA, Silvio Leite. Na Naturals, que se destina aos cafés naturais (colhidos e secos com casca), o campeão foi o produtor Marcio Borges Castro Alves, da Fazenda Barinas, em Araxá (MG), seguido por Henrique Dias Cambraia, da Fazenda Samambaia, em Santo Antônio do Amparo (MG), Fal Holdings Participações Ltda., da Fazenda Monte Verde, em Carmo de Minas (MG), Primavera Agronegócios Ltda., da Fazenda Primavera, em Capelinha (MG), e Ednilson Alves e Walter Cesar Dutra, das Fazendas Dutra, em São João do Manhuaçu (MG).

Na categoria Pulped Naturals, voltada aos frutos cultivados por via úmida (cereja descascado, cereja descascado desmucilado ou despolpado), o campeão foi Fal Holdings Participações Ltda., da Fazenda Santa Izabel, em Ouro Fino (MG). Na sequência, vieram Cia. Agropecuária Monte Alegre, da Fazenda Monte Alegre, em Areado (MG), Guima Café, da Fazenda São Lourenço, em Patos de Minas (MG), Décio Bruxel, da Fazenda São João, em Varjão de Minas (MG), e Primavera Agronegócios Ltda., da Fazenda Primavera, em Capelinha (MG).

A aquisição dos campeões foi garantida pelos associados Academia do Café, Bourbon Specialty Coffees, Café do Mercado, Cafebras, Cambraia Cafés, CarmoCoffees, Interagrícola, Lucca Cafés Especiais, Octavio Café e Suplicy Cafés Especiais, que pagaram entre R$ 2.181,25 e R$ 2.618,75 por saca – cada lote possui cinco sacas – vencedora nas duas categorias, conforme pontuação alcançada pelos cafés (vide tabela abaixo – clique para ampliar).

Os campeões de cada categoria também ganharam premiação adicional dos parceiros da BSCA. Além dos valores em dinheiro, o primeiro colocado da categoria Pulped Naturals recebeu o novo despolpador de café "ECO SUPER", com zero consumo de água, produzido pela empresa Pinhalense. O vencedor da categoria Naturals foi premiado, pela Yara, com produtos do Programa "Yara Nosso Café" (Yara Milla Café, YaraLiva Nitrabor, YaraVita Bortrac e YaraVita Coptrac) para a aplicação em 10 hectares de sua propriedade.

Mais informações para a imprensa
BSCA – Assessoria de Comunicação
Paulo André Colucci Kawasaki
Mtb. 43.776/SP - (61) 98114-6632 / ascom@bsca.com.br


Nenhum comentário:

+ LIDAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Arquivo do blog